domingo, 27 de maio de 2012

Nova criação: VIDEOCARTA MUSICADA

A videocarta musicada é uma criação minha e da Julia Cordeiro, uma amiga da Argentina. Já existia a videocarta comum, mas a videocarta musicada, até onde sei, é novinha =D 
Se alguém já tiver feito ou visto, avisem!
A ideia é improvisar uma carta, uma mensagem pra uma pessoa que mora perto ou longe através da música em um vídeo. Legals, né?

video

NÓS DOIS E A RAZÃO

video

terça-feira, 22 de maio de 2012

à Julia Cordeiro

La chica con pelo de cometa 


                      À Julia Cordeiro


Julia brotó en rosario
por eso ya vino flor

Un pétalo suyo se abría
por cada sonrisa que daba
y a la medida que crecía
aún más se coloreaba

Hasta que un día se desabrochó toda
y su pelo se volvió cometa
era la chica más matizada
de todo el planeta!

Ninguna flor, ni camaleón,
ni arara, ni mariposa
llenaba el mundo de emoción
como cuando la peinaba el viento su cabellera hermosa

Y sus fíos tendidos a la brisa
son el arcoíris en el azul celeste
danzando la canción de su sonrisa
_Está Julia volando con su pelo de barrilete!

Jadiel Lima, 8 de maio, Maranguape. A umas duas horas da manhã.

ME LEVA

video


ME LEVA

Tenho que parar de me esconder assim
Será que meu lugar é tão distante de mim?
perco a noção
nem sei sair dessa mesma rima

Quer dizer então que não dá pra viver em paz?
Não há mais qualquer saída além 
da que sempre me leva a uma mera disputa?
isso é só uma desculpa pra não querer perder...
o que?

O que te faz, amor, lembrar
quem fui, quem eu era não há mais
em que espelho se perdeu minha face?*
Faz pensar no que nos faz mudar
em pensamentos maus
o algo mais que eu tinha se perdeu

Mas não sei o que me leva a querer me livrar da culpa
Eu jogo xadrez sozinho e digo é sua vez
Mas não sei o que me leva a achar que é questão de culpa ou
simplesmente de me sentir bem ou mal

O que te faz, amor, lembrar
quem fui quem eu era não há mais
em que espelho se perdeu minha face?*
Faz pensar no que nos faz mudar
em pensamentos maus
o algo mais que eu tinha se perdeu


Jadiel Lima

*A música teve inspiração no poema "Retrato", da Cecília Meireles. E a frase, particularmente, eu ia colocar como estava no poema, só que 'ajustei' pra caber melhor no ritmo.

"RETRATO

Eu não tinha este rosto de hoje,
Assim calmo, assim triste, assim magro,
Nem estes olhos tão vazios,
Nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
Tão paradas e frias e mortas;
Eu não tinha este coração
Que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
Tão simples, tão certa, tão fácil:
- Em que espelho ficou perdida
A minha face?*"

Cecília Meireles

segunda-feira, 21 de maio de 2012

O NOVO

video



O NOVO

Nunca imaginei destino triste assim
O que se acredita acaba sendo
Então será tão forte o desacreditar
que traz a morte a nós ao que sonhamos?

Nunca imaginei um fim assim tão só
tão só se faz a guerra que encerra
em nossos coraçãos a vida
grita: Já não posso mais!

Nunca imaginei destino assim tão só
A vida é uma longa espera
pra ver se no final
O amor de nossa terra vai ficar em paz

Dentro de nós ainda há um lugar mais fundo
aonde ir buscar quem sabe o novo, o novo.


Jadiel Lima

domingo, 20 de maio de 2012

Não


Não

Estou todo tempo me negando
O pelo que tiro
A unha que corto
A pele que troco
As células que mato por invalidez

Nego meu cheiro, minha cor,
Meu sexo, meu calor
Nego até minhas erupções
Nego nesse poema mesmo as minhas negações

Nego-me no outro
Nego o afeto do outro em mim
Na porrada ou na ânsia dum desejo
Nego o sobejo, a nossa essência
Nego o nexo e a paciência
Minha fera com todos se estranha
querendo negar o ser

...Tirei o dedo do nariz,
porque tinha gente olhando.



Jadiel Lima, Maranguape, hoje, agorinha.

Rebelde sem casa

Rebelde sem casa
Nunca me vali de que “os fins justificam os meios”
Então será que os mamilos justificam os seios?
Acredito que para ser maquiado tem-se que ser maquiável
E pra maquiar? 
Devemos ser maquiavélicos?

Isso tudo que me ensinam que dizem ser lógico, mas nunca aprendo,

Ignoro quando posso, quando permitem ser verdadeiro
a minha liberdade vai até onde encontra a libertinagem de quem está em cima

A cada som disforme, que eu toco ou dou cotoco,

Simplificam meu dizer em rebeldia antipática
Experimento na pele tinturas e odores que me lançam
ou eu lanço sem perceber
Fico sempre o autor do peido

E acabo em lugar nenhum

Com a língua mordida
Mas não haverá quem diga e eu acredite
Que Ordem ou Progresso fica bonito
Cobrindo esse céu estrelado, azulado, infinito...




Jadiel Lima, Maranguape abril de 2012


sexta-feira, 18 de maio de 2012

ELES NEM SUSPEITAM

video


Eles nem suspeitam que tem alguém por tras de tudo!
fazendo com que eles façam o que eles fazem
fazendo eles de burros!

Eles nem suspeitam que um verme lhes consome a toda hora!
botando todo dia eles nessa agonia
deixando eles com fome!

Eles não querem acreditar que a verdade não se traduz apenas
do que se fala, diz e vê
na tela da TV, dos jornais e do cinema!

Eles nem suspeitam que o diabo se vestiu de anjo!
E tá fazendo muita maldade por aí
'inda faz cara de santo!
Eles nem suspeitam que o diabo se vestiu de anjo!
E tá tirando as coisas boas do ar
'inda faz cara de santo!
'inda faz cara de...


Jadiel Lima